sexta-feira, 26 de julho de 2013

Tarte Tatin de Pêssego e Alfazema



 Quando fui ao mercado esta manhã estavam uns pêssegos frescos e deliciosos a olhar para mim. E não há nada como aproveitar a grande variedade de fruta que o verão nos oferece. Comecei logo a pensar o que poderia fazer com eles... Enquanto por lá andava reparei num pequeno vaso de alfazema mesmo ao lado da fruta...
Estava decidido! Tarte tatin de pêssego e alfazema. Muitos poderão estar a pensar "mas alfazema é comestível?" - pois é, não só se pode comer como deixa um aroma delicioso. Pode ser usada em tartes, bolos e até gelados.
Experimentem e vão ver que vale a pena! 
Para além dos sabores esta tarte fica com uma excelente textura. Uma vez que é "invertida", quando  vai ao forno, a massa não assa directamente com os sucos da fruta e fica muito estaladiça.
Esta tarte, para além de fazer as delícias de quem a prova é muito rápida e simples. Ideal para quando tem que fazer uma sobremesa ou um lanche requintado e não tem muito tempo.






30 min ! Fácil

6 pêssegos
2 colheres de sopa de açúcar
1colher de sopa de manteiga
1 base de massa folhada
1 colher de chá de flor de alfazema

Tire a pele aos pêssegos, parta a meio e retire o caroço. Leve ao lume uma frigideira grande (própria para ir ao forno) com o açúcar e a manteiga. Acrescente os pêssegos e a alfazema e deixe alourar durante 10 minutos. Cubra a frigideira com a massa folhada e faça um pequeno buraco para que durante a cozedura saiam os vapores. Leve ao forno durante 20 minutos a 180º.
Retire a frigideira do forno e vire a tarte para um prato.

    Fria ou quente esta tarte é sempre deliciosa!